Sete pessoas são encontradas mortas na Austrália; quatro são crianças

Sete pessoas foram encontradas mortas, nesta sexta-feira (11), dentre elas quatro crianças autistas. De acordo com as autoridades australianas, Cynda, Peter, Miles, e Osmington, que tinham entre oito e 13 anos, eram todos filhos de Katrina, que também faleceu. Todos apresentavam marcas de ferimentos a balas. O crime foi cometido em uma propriedade perto da cidade de Margaret River, no Sudoeste da Austrália

Comissário da polícia estatal da Austrália Ocidental, Chris Dawson informou que foram encontradas ainda duas armas na propriedade. Dawson acrescentou ainda que não há indícios de que a segurança pública se encontre em risco neste momento.

Ou seja, de que as mortes deste, que pode ser considerado o maior tiroteio em massa na Austrália, tenham sido causadas por alguma espécie de atentado. Conforme o comissário, o crime foi denunciado à polícia por um telefonema anônimo.